quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Por que elas acham isso bonito?


Valeska Popozuda no Sambódromo
Nesse carnaval assisti a todos os desfiles das escolas de samba, de São Paulo e do Rio de Janeiro, e o que mais me chamou a atenção não foram as fantasias suntuosas, os enredos repetitivos, os sambas cansativos, escolas esbanjando dinheiro diante da pobreza de seus foliões e nem mesmo os carros imponentes, mas sim os peitos e bundas (desculpe os termos, mas o que vi não tem outros adjetivos) siliconados, esculpidos por um cirurgião plástico ou malhados.

Vejo uma profusão de espécimes igualmente moldadas, identicamente masculinizadas e bizarras.

O que leva as mulheres a achar que o bonito é serem iguais? Parece que foram fundidas em uma forma e só falta o código de barras para identificar de qual indústria da plástica vieram.

Gosto muito da coluna REFLEXO do DiviCity.com e mais ainda quando os textos são do Ivan Martins, em muitos ele trata da relação das mulheres com a cultura do físico, relação essa que muitas vezes beira o ridículo.

Sou casado com uma mulher das antigas, daquelas que nenhum cirurgião colocou a mão. Mesmo depois de dois filhos ainda acho que o esplendor do seu corpo não é superado por nenhuma Viviane Araújo, Gracyanne Barbosa ou Valeska Popozuda (foto). Talvez quem seja das antigas sou eu, mas prefiro mulheres normais ás robotizadas. Em minha mulher gosto de ver como o passar dos anos a torna mais sensual e sedutora, e como aprendeu a tirar proveito das imperfeições normais aos humanos. Afinal me casei com uma mulher de carne e osso e não com um produto de prateleira e não curto bizarrices.

Que me desculpem as transformadas, mas para mim mulher bonita é mulher normal e isso tem se tornado cada vez mais escasso.

Na realidade vejo esse comportamento como uma competição entre elas; da mesma forma que os homens -no alto de seu ego- gostam de exibir seus carrões, elas competem com seus corpos.

E aí vai um conselho. Se o objetivo é chamar a atenção de nós homens, saiba que no fundo preferimos mulheres com furinhos no bumbum, seios com a queda natural da idade e um rosto que possa pelo menos ser identificado. Sim! Muitas se plastificam tanto que ficam irreconhecíveis.







Um comentário:

  1. So um pouquinho pode,

    ainda tenho algumas vontades, nao pode ser exagerado, mas so um retoque nos seios por exemplo
    acho que fica sensual

    ResponderExcluir