sábado, 11 de maio de 2013

Minhas viagens e minha cidade

Esta semana cheguei de uma viagem pela Europa acompanhando um grupo de turistas da Zeos Travelling Agência de Viagens, da qual minha esposa é diretora e mais uma vez volto com o sentimento de que é uma pena que as pessoas não tenham oportunidades como esta.

Na Europa dirigi por mais de 2.000km, atravessei centenas de ruas, fiz compras em supermercados e shopping centers, almocei em restaurantes, fui a shows e estive em locais onde milhares de pessoas disputavam o melhor angulo para uma foto e em nenhuma dessas situações me deparei com uma atitude de desrespeito ou falta de educação. Aqui em Divinópolis, mas poderia ser em qualquer outra cidade do Brasil, basta você tentar atravessar uma rua para se estupeficar com a ignorância e falta de civilidade do outro.

Ontem, na fila de um grande supermercado, uma mulher de aparentes quarenta anos me abordou pedindo que eu cedesse o meu lugar ou a deixasse entrar em minha frente pois ela não 'aguentaria' ir para o final da mesma. O que leva uma pessoa a pensar na possibilidade de fazer uma proposta dessa?

O mesmo acontece a todo momento que tentar atravessar uma rua de Divinópolis, ninguém para, ninguém respeita a faixa de pedestres, nem mesmo os próprios pedestres.

Daqui a alguns dias teremos o "rodeio" no parque de exposições em Divinópolis, um evento de grande aglomeração de pessoas; tente tirar uma foto ao lado de seu artista preferido sem se estressar ou perder a paciência com as pessoas que passarão em sua frente.

publicidade
Na Europa dirigi em estradas e cidades e nos mais de dois mil quilômetros que percorri só precisei entrar em estado de alerta por uma única vez, no resto bastava respeitar as regras para que os outros motoristas me respeitassem.
Na Europa atravessei centenas de ruas e bastava colocar o pé na faixa (atenção: na faixa) para que os motoristas parassem seus veículos e me desse preferência.
Na Europa as filas são raras e quando há as pessoas aguardam pacientemente pela sua vez.
Na Europa, para tirar uma foto em qualquer cartão postal, basta aguardar pela sua vez e pedir licença se por um acaso as pessoas não lhe enxergarem.

Mas a Europa tem mais de 2000 anos de colonização e o Brasil apenas 513.

Não tenho a menor dúvida de que nosso querido e amado Brasil e nós brasileiros chegaremos lá, ainda temos muito tempo para aprender sobre o que é CIVILIDADE e aprender a respeitar os direitos dos outros. Mas se quisermos usufruir dessa melhora, precisamos dar o primeiro passo rápido!

Continuo com o pensamento de que todos os brasileiros deveriam ter a oportunidade de fazer uma viagem pela Europa, seria uma ótima aprendizagem e uma ocasião favorável para aumentar o censo crítico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário